Link para página

Fundação

A Fundação Manuel Cargaleiro foi criada em 1990 pelo artista Manuel Cargaleiro, com fins de natureza cultural, artística e pedagógica, tendo por principal objetivo a criação, organização e administração do Museu Cargaleiro, como forma de estudar, investigar, conservar, divulgar e dinamizar o acervo artístico da Coleção da Fundação Manuel Cargaleiro. A Fundação Manuel Cargaleiro, pessoa coletiva n.º 502452013, com sede na Rua dos Cavaleiros N.º 23, Castelo Branco, foi instituída por escritura pública de 31 de janeiro de 1990 e reconhecida por portaria publicada no Diário da República II Série, n.º 124, de 30 de maio de 1990. Por despacho do Primeiro-ministro, publicado em portaria no Diário da República II Série, n.º 79, de 5 de abril de 1991, obteve a declaração de utilidade pública ao abrigo do Decreto-Lei n.º 460/77, de 7 de novembro.

A história da Fundação Manuel Cargaleiro cruza-se com o percurso de Manuel Cargaleiro numa perspetiva de entendimento da sua produção artística e da sua vertente de colecionador, em prol do estudo e da divulgação da Arte e da Cultura. A Fundação Manuel Cargaleiro é herdeira e detentora de um significativo património, com grande valor artístico, histórico e cultural. Aquando da criação da Fundação, o mestre Manuel Cargaleiro doou uma parte considerável da sua coleção pessoal para dar início à Coleção da Fundação Manuel Cargaleiro, de modo a garantir o seu estudo, conservação, divulgação e salvaguarda, a qual se constitui atualmente por cerca de nove mil obras.

À data da sua instituição a Fundação Manuel Cargaleiro estava sedeada em Lisboa, tendo o Arquiteto Álvaro Siza Vieira realizado estudo, entre 1991 e 1995, para o projeto arquitetónico da sede da Fundação Cargaleiro na Praça de Espanha em Lisboa, que não se concretizou. Hoje, e através de parceria com a autarquia de Castelo Branco, a Fundação Manuel Cargaleiro encontra-se sedeada em plena zona histórica da cidade de Castelo Branco.

 

 

 

Membros dos Órgãos Sociais da Fundação Manuel Cargaleiro

 

1. Conselho de Curadores, para o período 2015-2020

Presidente

Presidente da Fundação Cidade de Lisboa, por inerência o Eng.º Álvaro João Duarte Pinto Correia


Vogais

Dr.ª Maria Manuela Nogueira Cargaleiro de Freitas

Sr.ª D.ª Maria Isabel Leal Brito da Mana

Arqt.º Álvaro Siza Vieira

Dr. Vasco Vieira de Almeida

Dr. José Lourenço Soares

Dr. João Manuel Travassos Dias Garcia

Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, por inerência o Dr. Luís Correia

Diretor do Museu do Azulejo, por inerência a Dr.ª Maria Antónia de Matos

Dr. Nuno Cardoso

Prof. Doutor José Tolentino Calaça Mendonça

 

2. Conselho de Administração, para o triénio 2015-2017

Presidente

Manuel Alves Cargaleiro

 

Vogais

Prof.ª Doutora Maria da Glória Ferreira Pinto Dias Garcia

Dr. António José Alves Dias

Dr. António Tomás Correia

Sr. Comendador Joaquim Morão


3. Diretor Executivo, para o triénio 2015-2017

Sr. Comendador Joaquim Morão


4. Fiscal Único, para o triénio 2015-2017

Dr. Carlos António Rosa Lopes

 

 

Ato de instituição da Fundação Manuel Cargaleiro Download
Reconhecimento de Utilidade Pública Download
Estatutos Download

 

Relatório e Contas 2015 Download
Relatório e Contas 2014 Download
Relatório e Contas 2013 Download
Relatório e Contas 2012 Download
Relatório e Contas 2011 Download

 

Plano de Atividades 2016 Download
Plano de Atividades 2015 Download
Plano de Atividades 2014 Download
Plano de Atividades 2013 Download
Plano de Atividades 2012 Download
Plano de Atividades 2011 Download

 

Código de Conduta Download


Fundacao Biografia 05

Manuel Cargaleiro (à direita) com os pais e o irmão, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, no ano de 1932.